Dezembro

15:32


Dezembro chegou ao fim. Se por um lado estou triste pelas festividades terem acabado, por outro lado estou feliz por termos iniciado um novo ano. Sinceramente, já estava bastante farta de 2015 e espero que 2016 seja uma lufada de ar fresco. Vamos então ao que interessa..aqui ficam os meus destaques do mês divididos por algumas categorias.


Dezembro foi um mês relativamente pobre no que diz respeito a leituras. Andei o mês todo de volta do Grandes esperanças de Dickens e ainda não o acabei. Assim, tudo o que li foi devido à maratona literária de Natal. Podem ver o seu balanço aqui.

Mais uma vez vi bastantes filmes em Dezembro...tentei aproveitar alguns dias que tive de férias e ver alguns dos lançamentos de 2015. Estes foram os que consegui ver:

  • Avengers- age of Ultron: gostei mas para mim foi inferior ao primeiro porque houve algumas partes que soaram muito forçadas; James Spader esteve perfeito ao dar a voz a Ultron;
  • Victoria: um filme que me surpreendeu por ter sido filmado num único take o que lhe conferiu muita tensão e autenticidade;
  • Evereste: vale sobretudo por algumas interpretações e pelas paisagens; é inevitável colocarmo-nos no lugar dos alpinistas..eu não teria nem coragem nem capacidade;
  • Youth: um dos meus preferidos do mês...visualmente lindo, com um ritmo lento e bastante introspectivo; penso que muita gente o achará um pouco pretencioso demais;
  • Pawn Sacrifice: confesso que não sabia quase nada da história de vida do mestre de xadrez Bobby Fisher por isso fui agradavelmente surpreendida por ela e pela interpretação de Tobby Maguire; mesmo assim penso que poderia ter sido melhor explorada;
  • Goosebumps: quando era criança/adolescente eu era uma fã acérrima dos livros e série de TV Arrepios por isso foi engraçado ver algumas das famosas personagens no ecrã; um filme com alguns clichés mas divertido;
  • The Lobster: o meu filme preferido do mês; excêntrico, provocativo e estranho; adorei a exploração do que é ser solteiro/casal mas não é para todos;
  • The Revenant: uau..que ângulos de câmara extraordinários; uma história de sobrevivência interessante contada num ritmo lento, de forma tensa e crua; adorei muito mesmo;
  • Brooklyn: uma história terna, que cativa pelas interpretações e retrato da época;
  • Room: este ano li o livro de Emma Donoghue e tenho de vos dizer que acho que esta adaptação está muito boa mesma; adorei as interpretações da Brie Larson e do menino que faz de Jack;

Foi um mês também de revisitar no Natal velhos preferidos - A Música no Coração (um dos meus musicais preferido) e O Pai Tirano (o meu filme clássico português preferido). Consegui ver 2 dos filmes da minha lista de filmes para ver neste Natal - O Nascimento de Cristo (gostei sobretudo da relação entre Maria e José) e O Conto de Natal dos Marretas (uma adaptação super divertida do Conto de Natal de Dickens).


Para o Clube dos Clássicos Vivos reli O Conto de Natal e gostei muito :) Além disso, organizei e participei na Maratona Especial de Natal do grupo Viagens (In)esperadas, com a Silvana, que apesar de não ter sido um sucesso pessoal em termos de leituras foi um sucesso em termos de participação e partilhas no grupo.
Quanto aos filmes, revi, para o meu projecto Disney Rewind, o filme Papuça e Dentuça (1981) que é super fofo e finalizei o meu desafio Hitchcock em 2015 com o filme Frenzy (1972) que foi um dos filmes mais decepcionantes do realizador para mim.
Quanto à tarefa da quinzena - Organização da estante de livros - esta foi muito bem sucedida e podem saber mais sobre ela aqui.


Como foi o vosso mês?
Gostavam que falasse de algum destes filmes em mais pormenor?



Sugestões

0 comentários